Close

Em 1970, Dona Noemi, apoiado pelo amigo Frei Stanislau Bartold, decidiu combater a pobreza e a miséria, levando oportunidades à população carente de Betim, cidade que cresceu de forma desordenada, resultando em sérios problemas sociais.

No local foi construído inicialmente um pequeno galpão rústico, funcionando uma cozinha e um grande refeitório, onde se distribuía sopa para as pessoas que necessitavam. Em pouco tempos, devido as necessidades observadas  na região, o foco do Salão voltou-se para a oferta de trabalho, iniciando as atividades produtivas com duas mulheres tecelãs da comunidade. Assim, nasceram as oficinas artesanais e, em pouco tempo, os artigos produzidos ganharam notoriedade por sua qualidade e bom gosto.

Com as mães trabalhando, surgiu a demanda por um espaço para inserção dos filhos, ocasião em que, em uma pequena sala, com 30 crianças, começamos as atividades do pré-escolar., cujo sonho era ampliar o atendimento para toda a região.

A concretização do sonho só foi possível com a ajuda  de Dona Risoleta Neves, que intermediou a concessão de um terreno de 70.000 m2 por parte do Governo do Estado de Minas Gerais. Em 2015, o município de Betim concluiu o processo de doação definitiva do imóvel.